10 maneiras de combinar pensamento criativo com científico (parte 2 de 2)

By | 6 Janeiro, 2017

Reflectiste sobre os primeiros cinco pontos? Hoje podes ler os seguintes.

6. Impõe restrições para incentivar a criatividade
Por vezes, ter muitas opções e direcções não significa muitas ideias e… congelamos! Impor restrições dá alguma estrutura e até estimula a dinâmica. As restrições podem incluir, por exemplo o tempo, como prazos curtos.

7. Melhora o Brainstorming
Uma boa maneira de melhorar o brainstorming é fazer um brainwriting, ou seja, escrever as ideias antes da sessão.

8. Concentra-te em ser mais criativo
A criatividade, contrariamente ao que dizem, pode ser trabalhada e ensinada.

9. Faz novas perguntas a ti mesmo
Quando surge uma ideia nova, estamos essencialmente a responder às questões que fizemos a nós próprios. O problema é se continuamos a fazer as mesmas. Felizmente, novas perguntas podem levar a que os nossos cérebros dêem-nos novas respostas e, portanto, ideias mais criativas.
Olha para conceitos e circuntâncias de uma perspectiva diferente, que força-lo-á a fazer perguntas novas.

10. Desapega-te da realidade
Separares-te da realidade pode aumentar a tua criatividade. Podemos criar uma distância psicológica de várias maneiras. Imaginar os nossos problemas a partir da perspectiva de outra pessoa ou pensar na situação como algo improvável. Ao fazê-lo, tornamos a questão em algo mais abstracto, e isso permite-nos fazer conexões diferentes do que farias ao pensar num sentido mais concreto.

artistic-and-scientific-thinking_part2

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *