6 dicas para explorar o Google Analytics

By | 7 Abril, 2017

O Google Analytics é a plataforma de web analytics mais usada na Internet, pois fornece uma infinidade de dados, é de fácil instalação e ainda é gratuita.

Para te ajudar na análise de dados de Web Marketing, damos-te 6 dicas para explorar melhor esta plataforma:

  1. Dimensões secundárias: Analisar não só as dimensões primárias – parâmetro em que se analisa, por exemplo ‘páginas’, ‘origem’ e ‘campanha’ –, como também as dimensões secundárias – que permitem aprofundar as análises das dimensões primárias.

    Exemplo:

    – Dimensão primária: Página -> mostra uma lista de páginas e desempenho por página, como o número de visitantes, tempo médio, bounce rate, etc;

    – A clicar na página ‘blog’ e selecionar a dimensão secundária “tipo de tráfego”, mostra a distribuição de visitas ao blog, de acordo com o tipo de fonte de tráfego (orgânico, directo, referência, social, etc).

  2. Metas: Definir metas para depois extrair conclusões importantes para a tomada de decisão. O Google Analytics dispõe de várias: Destino, Duração, Páginas por Sessão e Evento. Dirige-te até à aba Administrador para criar uma nova meta para o teu negócio;

  3. Teste AB: Fazer um teste AB, que nos permite testar e validar as hipóteses de mudanças no site;

  4. Acompanhar Campanhas: Medir o retorno sobre o investimento das acções de Marketing. Para isso, separa as acções por campanhas;

  5. Criar Dashboard: Criar um painel de controle, em que se adicionam widgets de acordo com as tuas necessidades e que compilam as principais informações e métricas do teu negócio. São essenciais para quem trabalha com dados quantitativos, facilitando o acompanhamento das métricas principais e a ter uma melhor visão do todo;

  6. Gerir Eventos: Permite-nos saber quais os botões que são clicados, quais os menús que são abertos e sob que circunstâncias isto ocorre. Para esta acção é necessária uma noção de código. Para configurar, define quais os eventos que pretendes medir e espreita o seguinte link ou pede ajuda a um programador (ou empresa que cuida do teu site): https://support.google.com/analytics/answer/1033068?hl=pt.

Seguindo estas dicas, poderás efectuar análises mais profundas, extrair conclusões devidamente cruzadas e economizar tempo em todo este processo. No entanto, o Google Analytics dispõe de muitas outras possibilidades de análise que podem e devem ser exploradas para trazer uma maior riqueza de informações para análise. Explora e diz-nos o que achaste 😉

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *