Quando falamos sobre navegação anónima nem sempre temos conhecimento sobre o que realmente é ou em que consiste.
Cerca de 40% dos usuários julga que o modo de navegação anónimo oculta a sua localização, e há inclusivamente utilizadores que pensam que a sua navegação é ocultada dos empregadores. Na verdade este modo de navegação impede o registo casual da actividade do usuário na Internet, e pouco mais.
Trata-se de uma temática que levanta inúmeras questões, pelo que será abordada ao longo de duas semanas no nosso blog.

O que acontece quando navegamos em modo privado?
O modo anónimo foi desenvolvido para remover dados locais da mesma, pelo que todos os cookies que possam surgir são bloqueados ou eliminados, não havendo qualquer registo da navegação no histórico. Contudo, há outros meios de acesso ao histórico de navegação.

Alguém pode aceder ao histórico, após o uso de navegação privada?
O modo faz uma alteração do browser que por sua vez não “memoriza” o histórico da navegação. No entanto, há outros meios de acompanhar o histórico da web: no Windows, por exemplo, há a possibilidade de se inserir determinados comandos que exibem arquivos DNS*, os quais não são contemplados aquando da navegação em modo privado. Podemos assim confirmar que há outros meios paralelos de se aceder ao histórico de navegação. Por outro lado, existem igualmente aplicações para o fim, como é o caso das aplicações de controlo parental: estas podem gravar e exibir o histórico de navegação,  independentemente da forma como se está na Internet. 

No próximo artigo iremos abordar outras questões, desde o Google e a forma como poderá ou não reter os registos de navegação, a questão dos malwares entre outras questões igualmente pertinentes.

*DNS: sistema descentralizado que armazena os nomes de websites, serviços e outros recursos conectados à Internet. Primariamente, este sistema traduz os domínios, que são facilmente memorizáveis, para os correspondentes endereços de IP, endereços necessários para localizar e identificar serviços e dispositivos na Internet.


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *