Dica de WebDesign #5 – Usar calls-to-action para mostrar ao visitante o que deve fazer

By | 2 Abril, 2015

dica_webdesign_usar_call_to_action_no_website_da_empresa..

 

Ao criar o seu website empresarial, deverá analisar cuidadosamente que acções pretende que os seus visitantes efectuem quando chegam ao seu website.

Deve sempre facilitar a tomada de decisão de quem o visita e por isso deve sempre certificar-se de que cada página do seu website tem uma instrução específica que diga ao utilizador o que deve fazer a seguir. A esta instrução dá-se o nome de Call-to-Action e pode usar esta ferramenta para incentivar os seus potenciais clientes a subscrever a sua newsletter, entrar em contacto consigo para saber mais informações sobre os seus produtos, etc…

Como chamar a atenção dos visitantes a uma call-to-action?

– Recorra ao uso da cor: utilize cores chamativas e diferentes do resto do layout do seu website de forma a atrair a atenção do seu visitante para as suas calls-to-action;

– Use verbos que estimulem os seus visitantes a agir, como “Saiba mais”, “Venha conhecer os nossos trabalhos”, “Subscreva a nossa newsletter” ou “Fale connosco”;

– Aumente o tamanho dos elementos associados à sua call-to-action (texto, botões e/ou banners);

– Utilize o negrito para enfatizar os textos;

– Se possível, coloque uma imagem onde figure uma pessoa que esteja a olhar na direcção da sua call-to-action, pois vários estudos têm demonstrado que esta estratégia incita, de facto, os utilizadores a seguir o olhar da pessoa que estão a ver;

– Nunca se esqueça de colocar botões para partilha de conteúdos nas redes sociais;

– Finalmente, evite ao máximo colocar pop-ups intrusivos cuja call-to-action obrigue a um registo ou a fornecer o email para se poder continuar a visualizar a página. Este tipo de aplicativos irrita os utilizadores e muitos abandonarão o seu website se os utilizar.
Se precisar de apoio na criação do seu website ou loja online, fale connosco aqui.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *