O Facebook está determinado em afastar o fantasma que paira sobre a rede social de que esta seja um veículo de notícias falsas. Segundo Mark Zuckerberg, a rede social deverá contar com uma nova secção de informação onde vão constar “notícias de alta qualidade” que ficará disponível no outono deste ano. A imprensa poderá publicar o seu material criando essencialmente um “quiosque” online, dentro da plataforma. Esta zona do site será gratuita para todos os utilizadores, mas a empresa deverá pagar às publicações que decidirem divulgar as suas peças ali.
O CEO do Facebook já tinha deixado uma pista para a possibilidade de criar um local dedicado a notícias credíveis: “É importante para mim que o Facebook ajude as pessoas a receber notícias confiáveis e a encontrar soluções que ajudem o importante trabalho dos jornalistas de todo o mundo”, escreveu num post feito recentemente no seu perfil, onde publica também uma conversa com o CEO da Axel Springer, Mathias Döpfner.
De acordo com um relatório do Wall Street Journal, o Facebook encontra-se em negociações com publicações como ABC News, The Washington Post e Bloomberg. A ideia é que a rede social possa usar as suas peças na sua secção de notícias. Para tal, a empresa de Mark Zuckerberg irá pagar 3 milhões de dólares por ano para licenciamento. Esta elevada quantia monetária mostra que o Facebook está empenhado em trazer grandes nomes do jornalismo para a sua rede social.
Se, por um lado, do Facebook chegaria mais tráfego (visitantes), aos sites de notícias, o Facebook poderia também pagar a estas agências por cada notícia.
Ansioso(a) por começar a ler as notícias diretamente no Facebook? 🙂


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *