O Geomarketing engloba qualquer estratégia de marketing que trabalha com inteligência sobre localização para otimizar campanhas e alcançar o consumidor na hora e local certo.

Esta técnica permite, por exemplo, o envio de mensagens e ofertas personalizadas no momento em que uma pessoa passa perto de uma loja. As inovações permitiram que o endereço de IP dos computadores e os endereços dos GPS ativados nos smartphones fossem utilizados pelas marcas. Com estes dados, os profissionais conseguem extrair informações sobre o comportamento do público e criar conteúdos mais assertivos.

Para que as estratégias de geomarketing funcionem, elas precisam do apoio do big data, conjunto de informações presentes nos bancos de dados de servidores e empresas, que está disponível na rede mundial de computadores e pode ser acedido remotamente, como por exemplo, a Wikipédia, que tem textos disponíveis em bancos de dados para consultas online.

Quais os benefícios?

Esta ferramenta traz diversos benefícios para as marcas que a utilizam. O aumento da procura por ofertas e experiências personalizadas cresce a cada dia e deixar de usar estratégias como esta é abrir espaço para a concorrência.

No meio offline, o geomarketing auxilia na identificação de pontos de vendas, distribuição de mercadorias e concorrência. No caso do meio online, ela facilita no engagement dos utilizadores, assertividade do público e melhor planeamento de ações locais.

Esta estratégia também permite:
– mapeamento de territórios com concentração do público da marca;
– análise geográfica do mercado;
– descobrir novas áreas e públicos para o negócio;
– segmentação por localização;
– estímulo de engagement espontâneo;
– criação de campanhas de fidelização;
– interação com os consumidores.

Porque deve investir nesta estratégia?

Hoje em dia a maior parte das pessoas anda sempre com o telemóvel. Com um smartphone por perto e o GPS ativo, as marcas têm uma informação valiosa sobre o consumidor: localização atual ou lugares visitados recentemente.

Além disso, fornece dados valiosos sobre o seu perfil e os seus interesses. Por exemplo, quando faz check-in pelo Facebook num restaurante, ou quando publica uma foto no Instagram e marca a localização. Todas estas informações podem ser usadas pelas marcas nas suas estratégias de marketing.

Os dados de localização e comportamento permitem otimizar campanhas com mais precisão, criar conteúdos muito mais relevantes, enviar notificações e ofertas de acordo com a localização e desenvolver estratégias de divulgação com uma precisão inimaginável.

E quando a sua marca tira proveito da inteligência de localização, ganha um imenso diferencial competitivo.

Como usar o Geomarketing

Esta estratégia era utilizada, em grande maioria, por grandes empresas, que conseguiam elaborar pesquisas de mercado e dispor de equipas para essas análises.

Hoje em dia, com o acesso à internet, pequenas e médias empresas já conseguem utilizar os mecanismos associados aos dispositivos disponibilizados no marketing digital.

O geomarketing subdivide-se em várias estratégias. No próximo artigo falaremos sobre elas e como as pode utilizar.


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *