Na última publicação falámos um pouco sobre InfoDesign e os seus benefícios. Hoje vamos falar das várias técnicas que compõem este campo de actuação e que resultados poderá obter.

1. Equilíbrio VS Instabilidade
Para alcançar a coerência e peso visual entre os diversos elementos de comunicação é necessário Equilíbrio. A ausência deste origina desorganização e desconexão da informação e, por conseguinte, instabilidade, ou seja, má leitura visual e uma menor clareza da informação. Contudo, se bem aplicado, pode dar origem a resultados bastante interessantes.

2. Simetria VS Assimetria
O equilíbrio da comunicação visual centra-se na técnica do espelho de determinadas informações de um signo, isto é, igualdade ou semelhança de um determinado elemento, em ambos os lados do mesmo. Trata-se de uma técnica que pode dar origem à monotonia e à inexistência de energia visual; ainda assim, dependendo do projecto e contexto, pode revelar-se uma técnica muito interessante. O mesmo acontece com a Assimetria.

3. Regularidade VS Irregularidade
Em determinados situações, a criação de sequências ou a repetição de ideias culmina no surgimento de padrões e, por conseguinte, apresenta-se Regularidade na comunicação visual de um determinado produto. Por outro lado, é também legítima a Irregularidade e a desordem dos elementos, negligenciando a criação de padrões que, poderá originar cenários mais dinâmicos.

4. Simplicidade VS Complexidade
Existem contextos em que o minimalismo e a inexistência de “floreados” visuais são imprescindíveis à comunicação de uma determinada informação cujo resultado estético permite uma maior clareza visual sem quaisquer distracções. O melhor exemplo que faz justiça à máxima “menos é mais”.
No entanto existem, de igual modo e não menos importante, contextos de informação em que é necessária a existência diversificada de elementos, com diferentes pesos e/ou dimensões que explicam a Complexidade de um determinado produto.

5. Unidade VS Fragmentação
Unidade: fusão de diferentes formas em apenas uma, resultando em uma constante.
Fragmentação: divisão de diferentes signos que podem ou não ter uma relação mas que nunca se fundem.

6. Economia VS Profusão
O primeiro conceito está relacionado com a ausência de elementos que possam confundir a clareza de informação. O segundo conceito é exactamente o oposto: quando surgem diversas informações detalhadas mas que se complementam e acrescentam valor visual ao que se pretende comunicar.

7. Minimização VS Exagero
Temos aqui 2 conceitos que se poderão confundir com os parâmetros anteriores, ainda que sendo distintos. Isto é, a Minimização valoriza a existência de elementos mínimos para chamar à atenção de uma determinada informação. O Exagero, é uma técnica usada quando se pretende um resultado mais expressivo e impactante.


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *