A expressão less is more (menos é mais) de Ludwig Mies van der Rohe, é reconhecida atualmente como a melhor forma de definir o movimento minimalista.
Criado no século XX, este movimento engloba não só o design a nível da comunicação visual, como também, as artes plásticas, a arquitetura, o design de produto, a literatura, o cinema, a música entre outros movimentos artísticos. Este movimento é caracterizado pela sua simplicidade, reduzindo qualquer tipo de elemento à sua forma mais elementar.

Com a introdução do minimalismo no design, houve uma grande revolução na componente comunicativa, procurando apresentar o essencial ao leitor visual e eliminando toda a informação desnecessária. Contrariamente à poluição visual antes vigente, o minimalismo passa a considerar a aplicação da grid (grelha) como uma forma eficaz de se obter melhores resultados na composição gráfica, na construção do layout e na aplicação da hierarquia da informação. O design clean (limpo) tornou-se mais atrativo e mais agradável, implicando pouco esforço e pouco tempo para compreender a mensagem levada por uma peça de design gráfico.
O uso de cores num número limitado e que interajam bem entre si, a seleção minuciosa das fontes tipográficas sem utilização de letras serifadas, e o uso de contrastes que flexibilizem a leitura são importantes em composições minimalistas modernas. O minimalismo procura poupar elementos, poupar palavras, poupar recursos, e tornar a comunicação mais intensa e direta.

O pensamento contemporâneo parece valorizar cada vez mais aquilo que é justo, preciso e principalmente económico, poupar tempo tornou-se uma das maiores prioridades em diversas áreas profissionais, não só na área do design. O minimalismo, é atualmente uma tendência mundial e pode ser observada no design de páginas web, no design editorial, no design de embalagens, no design de identidade visual e na tipografia, transpondo-se ao uso de imagens simples e comunicativas.

Na Fidelizarte estamos a par das tendências, não hesite em contactar-nos, tire o maior partido connosco da sua ideia.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *