O mercado dos browsers tem evoluído de forma célere ao longo dos últimos anos.

Há muito que se sabe que o Chrome domina a Internet, mas os mais recentes números revelam que nunca este controlo foi tão substancial, dominando a concorrência.

Os mais recentes dados da Statcounter (uma ferramenta de análise de tráfego da web), referentes a junho de 2018, comprovam isso mesmo. O Chrome domina no mercado dos desktop, com uns elevados 66,87% de quota de mercado. Com um valor cerca de 6 vezes menor, está o browser da Mozilla Firefox, com 11,4% de quota de mercado. Porém, o que chama a atenção é a presença do Internet Explorer com somente 7,13%, algo que deve gerar bastante incómodo à Microsoft.

Quando o assunto são as versões mobile, o Google Chrome toma a liderança uma vez mais com 57,98%. O Safari assume a segunda colocação com 17,25%, sendo seguido por UC Browser, Samsung Internet e Opera. O Firefox e o Microsoft Edge não possuem participações expressivas.

O Chrome apresenta um visual bastante limpo e aposta em botões discretos. O menu exibe opções em texto e sem imagens que apoiam a interpretação de cada função. Uma boa ajuda são as teclas de atalho para algumas ferramentas. Assim, o sucesso do Chrome deve-se às suas funcionalidades únicas e de fácil acesso para o usuário, colocando-o num patamar único, um patamar a que a concorrência não consegue chegar.

Qual é a tua opinião? Escreve-nos comentários sobre o que pensas em relação a este tema.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *