O Design Centrado no Utilizador é uma abordagem que prevê como o consumidor vai utilizar determinado produto. Ou seja, o objectivo é produzir produtos acessíveis e garantir que não existe qualquer efeito negativo na sua saúde, segurança ou desempenho.
O Design Centrado no Utilizador aborda o projecto de uma forma interactiva, para compreender as necessidades do mesmo. Para tal, são utilizadas várias técnicas como pesquisas e entrevistas.

Por norma, o processo é dividido em quatro fases distintas:

Identificação. Nesta primeira fase, o designer identifica as personas que usarão o produto, para quê e em que condições utilizarão;

Exigência. Nesta fase, são analisadas e estudadas as exigências, metas e requisitos do utilizador. Estas são atendidas para que o produto seja bem sucedido;
Criar soluções. Esta é a parte mais demorada do processo. É construído um conceito, sempre em prol do consumidor, e criadas soluções coerentes.

Avaliação. Como o próprio nome indica o produto é avaliado e por sua vez, testado. Para esse fim são utilizados consumidores reais.

Este método é, acima de tudo, colocar o criador na pele do utilizador.
Mas afinal, qual a importância e vantagens desta abordagem? Aguarde pelo próximo artigo!


3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *