O SEO em 2017 – parte I

By | 14 Novembro, 2017

O SEO é um daqueles trabalhos que fazemos na Fidelizarte, em todos os sites que criamos. Porque de nada te vale ter um site se não seguir alguns critérios que, posteriormente, o façam ficar nos primeiros lugares dos motores de busca.

Ora, se tens estado atento às nossas redes sociais, viste a estatística (referente a 2016) que partilhámos, acerca de tudo o que acontece na internet em apenas 1 minuto, e percebes agora, que àquela velocidade de posts, partilhas, imagens, uploads, etc…, as coisas, no mundo da web, mudam frequentemente. O SEO não é excepção.

A sigla para Search Engine Optimization é um conjunto de factores/práticas que vão favorecer o teu site, pela sua qualidade e relevância, aos olhos dos algoritmos da Google. E com as inovações e mudanças próprias da web, também esse algoritmo não se mantém igual. Em 2017, estes foram os factores que privilegiaram o ranking dos sites:

Conteúdo
Sim, o conteúdo continua a ser rei. Mas não em quantidade. O conteúdo do teu site deve ser preciso, interessante e acrescentar valor ao visitante, incorporando, sempre, conteúdo visual no texto.

BackLinks
São basicamente as referências que outros sites fazem ao teu, mas que se incluam na tua área de negócio. Quantas mais referências ao teu site houver, mais relevante ele se torna.

Versão mobile vem primeiro
Se antes os webdesigners e programadores andavam a desenvolver a versão desktop do site e depois adaptavam para mobile, hoje em dia o paradigma mudou. Com uma utilização bastante superior em dispositivos móveis, a versão mobile dos sites tem de ser uma prioridade.

Velocidade da página
Com a optimização da versão mobile dos sites a ganhar mais relevância, a velocidade de carregamento das páginas torna-se crucial. O Google vê neste ponto, se o teu site oferece uma boa ou má experiência para o utilizador.

Site Seguro
Ou inseguro… Já reparaste que recentemente o teu browser identifica os sites como seguros ou inseguros? Trata-se de um certificado de segurança (SSL) que deves adquirir para que o teu site seja marcado como sendo seguro, e o teu domínio passa a ser precedido de https. Os sites que não tenham o SSL implementado, são bastante penalizados.

Nota: Na Fidelizarte tratamos da implementação do SSL, fala connosco caso tenhas alguma dúvida.

Fica atento ao próximo artigo para descobrires os restantes factores que beneficiam a posição do teu site.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *