Técnicas para optimização das páginas web

By | 14 Março, 2017

Comprovada a importância de uma boa e rápida resposta dos websites, vamos agora enumerar algumas técnicas e ferramentas para optimizar a perfomance dos mesmos.

Lembrando que os motores de busca também têm em consideração a rapidez de resposta dos sites para os rankings de pesquisa, precisamos melhorar o tempo de carregamento dos sites. Para isso, podemos começar por optimizar arquivos, pastas e imagens. Sendo as imagens, um dos principais responsáveis pelo peso dos sites, a redução das mesmas, pode permitir a redução do tamanho da página em mais de 50%. Existem sites de compressão de imagens, que lhes retiram informação desnecessária – como camadas, cores, metadados – , sem que isso interfira com a qualidade da mesma. Outra opção, será diminuir a qualidade da imagem no editor de imagens.

Nunca se devem redimensionar as imagens directamente no código HTML. As imagens devem ser colocadas no tamanho correcto a serem visualizadas na página. Alterando as dimensões das imagens no código, não altera o seu tamanho em KBs.

Como forma de melhorar a performance do site e até organizar melhor as suas pastas, devemos organizá-las em menos arquivos de estilos e scripts. Por exemplo, em vez de usarmos três arquivos CSS, ficam agrupados num só.

Devemos também minimizar ao máximo o recurso ao jQuery, já que atrasa o carregamento das páginas. A alternativa é recorrer ao JavaScript puro sempre que possível.

Existem ainda outras opções, mais técnicas e complexas que devem ser feitas por profissionais pois implicam mexer a fundo no código fonte do site, mas seguindo estes passos, já se irão notar diferenças no carregamento das várias páginas.

O Google dispõe de uma excelente ferramenta para testar o tempo de carregamento do teu site em diversos dispositivos: Teste o site

Faz o teste e se precisares de ajuda, já sabes que estamos disponíveis para te ajudar na optimização de sites. Entra em contacto connosco ou deixa um comentário abaixo.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *