Loading...

Redes Sociais

Tem realmente noção da importância das Redes Sociais? Sabe quais são as regras para ter páginas de apelativas e eficazes?

A página de Facebook, por exemplo... Sabe como estabelecer uma estratégia? Sabe como optimizar os conteúdos? Sabe como angariar seguidores? Sabe como tornar-se "amigo" dos seus seguidores? Sabe como estabelecer uma relação entre o seu site e a sua página de Facebook? Sabe como criar relações de confiança? Sabe o que é o EdgeRank? Sabe que variáveis concorrem para que as suas publicações apareçam no feed de notícias dos seus seguidores? Podemos falar em 10 regras básicas, podemos falar em 100 aspectos que não deve descurar nunca. Sabe quais são? Afinidade, peso, timing de publicação, conteúdos dos Posts, são várias as variáveis que podem somar ou diminuir o valor da sua Página de Facebook.

«O conteúdo é fogo e as Redes Sociais são a gasolina», frase dita por Jay Baer, um conhecido consultor norte-americano, exprime bem a importância que as Redes Sociais adquiriram, principalmente para as empresas e para as marcas que querem ter uma relação mais próxima dos clientes. O universo online tem cada vez mais novidades: novos sistemas, novos recursos, novas ferramentas. O Facebook oferece uma grande oportunidade de interagir e de aproximar as empresas dos seus clientes, públicos e fãs. Por estes e outros motivos, é quase um crime para uma empresa não marcar presença nas Redes Sociais.

Estar nas Redes Sociais, porém, exige conhecimentos qualificados, não deve ser gerido por qualquer pessoa. Estar de forma amadora pode causar danos graves na credibilidade da empresa. E, das duas uma, ou a empresa possui quadros qualificados para o efeito, ou deve contratar externamente quem as saiba gerir com rigor.

Deixamos as seguintes recomendações:

1 - Adopte uma postura profissional nas Redes Sociais
As potencialidades de comunicação das Redes Sociais são enormes, as empresas que se esquecerem disto pagarão um preço elevado;

2 - Contrate um profissional
Contrate um quadro qualificado para o fazer, ou recorra a uma agência especializada como a Fidelizarte. Criar e gerir conteúdos exige conhecimentos específicos, não se esqueça que há licenciaturas e pós-graduações sobre o tema.

3 - Saiba onde estão os seus potenciais clientes
É pouco razoável estimar a venda de fraldas a adolescentes ou a pessoas da terceira idade. A cada um de acordo com as suas necessidades. Nas Redes Sociais é preciso comunicar para os potenciais clientes e não para o mercado no seu todo. Segmentar é uma das palavras de ordem, e para isso há que usar critérios demográficos, geográficos, sociais, económicos e até mesmo psicográficos.

4 - Evite riscos desnecessários
Estar nas Redes Sociais obriga a ter cuidados e a mudar lentamente a forma de reagir com os clientes. Muita atenção às respostas e aos tempos de espera. As situações delicadas, se eventualmente surgirem, devem ser tratadas com acerto e cuidados especiais.

5 - Rentabilize os resultados
É importante saber que resultados advêem das Redes Sociais na notoriedade da empresa e na decisão de compra dos consumidores.

6 - Dê gás à sua estratégia
Para isso deverá:
6.1 - Definir objetivos claros e mensuráveis;
6.2 - Definir o target;
6.3 - Definir onde comunicar (escolha das redes) e como.
6.4 - Definir a abordagem. A comunicação deverá ser atractiva e pertinente.

Crie histórias, divulgue novidades importantes, faça campanhas, crie concursos, leve os visitantes a partilhar. Monitorize.

Visite algumas das nossas páginas de Facebook:

https://www.facebook.com/portaldeliteratura (caminha para os 200 mil likes)
https://www.facebook.com/FarmaciaCarlosPereiraLucas
https://www.facebook.com/viagemsegura
https://www.facebook.com/bemydearlovepets
https://www.facebook.com/edsaeescoladedancas
https://www.facebook.com/edsaeescolademusicais

Pense nisto: existem milhões de utilizadores das Redes Sociais em Portugal. E existe uma empresa com mais de 20 anos de actividade na área da Internet que o pode ajudar: a Fidelizarte.

Contacte-nos

Alguns dos nossos
Clientes