Tendências de web design em Julho

By | 7 Julho, 2016

1. Música em Auto-play

Há bem pouco tempo, a regra era nunca incluir áudio nos websites a menos que fosse opcional e, definitivamente, nunca colocá-la em auto-play.

Mas estas premissas parecem estar a mudar. O som tem vindo a ser usado, em particular  por websites relacionados com media, música, filmes, jogos ou sites com um design “storyline”. O aparecimento do áudio num website não deve ser um choque para o ouvido do utilizador, um exemplo disso é o This Was Louise’s Phone. Neste site é usado o auto-play, mas antes surge uma imagem que mostra que o som está a ser carregado e a qualquer momento o usuário pode desligar o áudio, decidindo de que forma quer interagir com a plataforma. Começar com sonoridades pacíficas, espaçadas e pouco barulhentas são também sugestões úteis à boa utilização do áudio. Relembramos, por fim, que é muito importante usar o som como parte integrante do conteúdo e que ele tem de contribuir significativamente para a experiência do usuário. Não o use apenas porque quer experimentar algo novo, mas sim com um propósito.

moods
2. Misturar Fotografia com Ilustração
Pode ser uma técnica difícil, mas a linha entre a fotografia e a ilustração foi cruzada. Misturar elementos reais e desenhados pode adicionar requinte a um projecto e dar-lhe um toque divertido e visualmente intrigante. É importante fazê-lo sem cair no “cliché” para ter um impacto realmente duradouro nos seus usuários. Aqui vão algumas sugestões:
– Usar a ilustração para botões e icon’s, e a fotografia para os impactos visuais dominantes;
– Desenvolver um padrão visual que assenta na ilustração e depois adicionar pequenos elementos dessa ilustração nas secções de imagem ou vídeo;
– Criar lustrações animadas para dar um toque diferente e interactivo junto das imagens;
– Conceber um logótipo ou carimbo ilustrado que possa ganhar destaque quando colocado por cima das imagens da marca;
– Usar a ilustração para ajudar a guiar os usuários através de outros recursos visuais, e contar a sua história.
3. Carimbos por cima das imagens 
Estes carimbos estão por todo o lado. Desde o design de logótipos às tipografias “retro vintage”, este formato tornou-se uma peça fundamental do design minimalista. Os designers estão a usar muito estes carimbos em branco ou semi-transparente e a tendência é colocá-los por cima da imagem, sem slides nos websites. Esta tendência evoluiu para algo que não já não víamos há algum tempo, como a escolha de tipografias em bold, com maiores dimensões. Esta lógica aplicada aos logótipos pode ser muito positiva para pequenos negócios e portefólio pois cria um foco numa só ideia e ajuda a transmitir a mensagem que se pretende de forma eficaz. A sua funcionalidade é, de facto, o grande motivo para que actualmente este tipo de design seja tão popular.
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *